Os efeitos do dinheiro na Motivação das pessoas

Os efeitos do dinheiro na Motivação das pessoas

Postado em | abril 1, 2013 | Autor: Marcelo Reis
Qual é a melhor estratégia para motivar uma pessoa a realizar uma tarefa? A resposta mais óbvia é: ofereça uma boa recompensa em dinheiro e ela se esforçará para realizá-la. É assim que uma grande parte dos gestores pensa. Eles acreditam que o dinheiro ainda é a melhor recompensa. Estão redondamente enganados.
Diversos estudos e pesquisas já comprovaram que nem sempre o dinheiro é o melhor estímulo. A pesquisa que realizei no Instituto Imprendere também apontou o mesmo resultado. Estudei as principais formas de remuneração e seus efeitos na motivação das pessoas. Os resultados foram surpreendentes.
Vou começar falando sobre o salário fixo. Oferecer um bom salário gera motivação? Sim, claro. Porém seu efeito é curto, semelhante ao de um remédio estimulante cujo efeito tem prazo de duração. Após algumas horas, a pessoa volta ao seu estado normal. Por que isso acontece? Simplesmente porque a melhor forma de motivar alguém é com desejos. Um aumento salarial pode ser o grande desejo de um profissional em determinado momento da sua carreira. Quando ele consegue seu objetivo, permanecerá feliz e motivado por alguns meses, depois, o estímulo acaba e ele voltará para sua zona de conforto.
Quando falamos de salário fixo a melhor estratégia é oferecer um salário compatível com o mercado de forma que o profissional não se sinta desvalorizado e não precise pensar em dinheiro.
Estudei também os efeitos da remuneração variável. Essa forma de remuneração se tornou a grande vedete das últimas décadas, porém, seus efeitos também são questionáveis na motivação. Comecei analisando a Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Constatei que seus efeitos são pífios. A PLR tem efeito na motivação dos colaboradores apenas quando é implantada e quando da data do recebimento. Porém, se os resultados da empresa forem ruins, o que era para ser um instrumento de motivação, vira frustração.
Outra forma de remuneração variável que estudei foi o comissionamento. Prática quase default para remunerar equipes de vendas, o comissionamento exerce um efeito motivador constante, porém, também exige cuidados. A melhor estratégia é quando a comissão é dividida pela equipe conforme um programa de pontos e percentuais. Assim, todos compartilham os resultados positivos e se sentem motivados coletivamente.
Por fim, analisei o pagamento de bônus. Esta se mostrou a melhor prática para motivar pessoas utilizando dinheiro. Condicionar o recebimento de bônus ao cumprimento de metas específicas permite flexibilizar a recompensa conforme os interesses da empresa.
Quem tiver interesse em receber mais informações sobre a pesquisa do Instituto Imprendere sobre os efeitos da remuneração na motivação das pessoas pode solicitar pelo email secretaria@imprendere.org.br